terça-feira, outubro 19, 2021

Aranhas venenosas do Brasil

As aranhas venenosas são animais que possuem uma estrutura externa para se sustentar, ou seja, um exoesqueleto. Este exoesqueleto cobre todo o seu corpo e é feito de placas articuladas que permitem  mover seus corpos com fluência. Habitam vários tipos de ambientes, como centros urbanos, desertos, sistemas preservados, etc. Normalmente podemos encontrá-los na copa das árvores, fendas no solo, buracos na casca das árvores, entre rochas ou em qualquer tipo de buraco.

As aranhas pertencem ao Filo Arthropoda (Artrópodes), que é o Filo com o maior número de espécies conhecidas. Esse grupo recebe esse nome devido à presença de membros articulados, além de outras partes, como o aparelho bucal e as antenas. Neste Filo estão a classe Arachnida (aracnídeos), esta classe inclui principalmente aranhas, ácaros (incluindo carrapatos) e escorpiões.

Entre os animais peçonhentos que pertencem à classe dos Aracnídeos e que podemos encontrar nas zonas urbanas do Brasil, temos a aranha-armadeira, a aranha-marrom e o escorpião amarelo.

Aranha-armadeira

A aranha-armadeira (conhecidas também como aranha macaco ou aranha da banana) pertence ao gênero Phoneutria e é a maior aranha venenosa do planeta, chegando a atingir 20 centímetros de tamanho. Seu nome popular foi dado porque quando ela se sente ameaçada e não pode fugir, ela se apóia nas patas traseiras e levanta a frente do corpo, movendo-o de um lado para o outro. Desta forma, pode morder e inocular o veneno com muita facilidade para se defender, bem como para capturar outras aranhas, insetos e pequenos invertebrados como ratos, lagartixas e pássaros.

Seu veneno é tão poderoso que produz uma ação imediata e muito forte (dor intensa) no corpo de suas vítimas, fazendo com que essa dor se irradie da parte onde está a picada para o resto do corpo.

Essas aranhas são marrom-acinzentadas, as pernas têm espinhos negros (implantados em manchas claras), o ventre do macho é amarelado ou alaranjado, e o ventre da fêmea é negro. Seu corpo é coberto por pêlos curtos e aderentes. As armadeiras fêmeas são maiores que os machos.

Aranhas venenosos
Aranhas venenosos

Esta aranha habita toda a América do Sul e estranhamente não vive em teias de aranha. Tem hábitos noturnos e durante o dia esconde-se em locais com sombra como debaixo da madeira, entre as folhas e cachos de bananas ou folhas largas de vegetais e os buracos no solo. A aranha-armadeira espalhou-se pelo planeta sendo transportada sem ser notada nos cachos de banana que são exportados.

São ovíparas e acasalam nos meses de março e abril, estima-se que a fêmea possa colocar até 1000 ovos, estes são mais ativos em seu período de reprodução. O macho corteja a fêmea antes da cópula por meio de uma dança de acasalamento.

Aranha-marrom

A aranha-marrom têm uma cor marrom amarelada e poucos pelos espalhados pelo corpo, as suas patas são longas, finas e de pequeno porte, por isso são muito pequenas e medem cerca de 4 centímetros. O que mais chama a atenção é sua silhueta em forma de violino no cefalotórax, na cabeça possuem três pares de olhos perolados e tem um par de quelíceras para inoculação de veneno. Apesar de ser de pequeno tamanho, são consideradas as aranhas mais peçonhentas, no entanto, elas não apresentam comportamento agressivo, pelo contrário, são bastante tímidas.

(as 4 cobras mais venenosas do Brasil)

Veja também

As Aranhas venenosos do Brasil

Vivem nas áreas litorâneas do Nordeste do Brasil, na borda oriental da Amazônia, na baixada do rio Amazonas,  nas porções norte e oeste do Cerrado e nas regiões central e norte da Caatinga. Elas podem ser encontrados em ambientes florestais, preferem locais quentes, secos e escuros. Na natureza habitam nos interiores de buracos naturais, cascas de árvores e folhas secas. Também habitam em ambientes urbanos, são muito comuns dentro (tijolos e telhas empilhadas, buracos de muros, etc.) e fora (cantos atrás de móveis e outros objetos) de residências.

As aranha-marrom é carnívoras. Sua dieta principal é baseada principalmente os insetos, como pulgas e formigas e pequenos vertebrados, como o tatuzinho de jardim, às vezes elas têm comportamento canibalista.

As aranhas-marrom possuem reprodução dióica  e realizam fecundação interna, são ovíparas. Seus filhotes nascem com a mesma aparência dos adultos, ou seja, não sofrem nenhuma metamorfose durante a transição para a idade adulta. Quando o macho atinge a maturidade, o pedipalpo (bulbo copulador) torna-se o órgão copulador bulbo copulador. Esse bulbo é responsável pelo armazenamento do esperma e pela realização cópula.

Márcia Pereira
Editora Chefe, amante dos animais e uma fiel protetora deles
Latest news
Related news
- Advertisement -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here