terça-feira, outubro 19, 2021

O zelo da gata

As gatas não mancham durante o calor, são férteis toda a vida, sofrem mudanças comportamentais e podem marcar a casa com urina

O zelo das gatas é governado por ciclos sazonais, que coincidem com a primavera e o outono. Uma gata no cio, além disso, pode mostrar-se muito mimosa e algumas, inclusive, perdem o apetite. Este artigo também responde a outras questões. Entre elas, quando chega o primeiro zelo da gata, as fases do ciclo reprodutivo das felinas e como evitar o desconforto com ajuda da esterilização.

O primeiro zelo das gatas, quando chega?

A chegada do primeiro cio da gata varia em função da temperatura ambiente e da presença de outros felinos em casa

Por volta dos seis meses, as gatas atingem a maturidade sexual. No entanto, “o primeiro cio ocorre em torno de oito meses e coincide com duas estações do ano, primavera e outono”, explica Tania Velasco, veterinária especialista em gatos. Por isso, as gatas são chamadas de fêmeas poliéstricas, pois experimentam vários ciúmes em determinadas épocas do ano.
A raça do gato também influencia o funcionamento de seu zelo. Desta forma,” as gatas de raças felinas de cabelos compridos, como a de angora, costumam experimentar seu primeiro zelo um pouco mais tarde, por volta dos dez meses”, acrescenta Velasco.

A chegada do primeiro ciclo da gata depende, além disso, de fatores externos, como a duração do dia, a temperatura ambiente, a presença de outros gatos em casa, o local onde habita ou a quantidade de luz à qual a gata está exposta.

As gatas que habitam zonas de clima quente, consequentemente, têm o calor mais cedo, porque há mais horas de luz. “A época mais frequente em que ocorre o zelo da gata é entre os meses compreendidos de setembro a março”, diz a veterinária.

Gatos no cio: entre o clímax e a abstinência sexual

O ciclo reprodutivo dos gatos é dividido em quatro fases:

Proestro em gatas. Sua duração é entre um e três dias, e é caracterizada pela mudança de caráter do gato. A felina pode manifestar miados mais agudos e curtos do que o habitual, perda de apetite e mostrar-se muito mimosa.

Uma gata que atravessa esta fase do CIO estará mais inquieta e se mostrará insinuante com os machos, embora não se deixe montar.

Estro ou estro da gata: é o momento em que a gata se mostra receptiva com o macho. Esta fase dura entre quatro e seis dias, se o acasalamento ocorrer. E, entre dez e catorze dias, se não for produzido monta-lo.

Os miados da gata são mais escandalosos nesta fase e as mudanças em seu comportamento mais evidentes.

Metaestro. Esta fase reprodutiva da gata dura 24 horas, e a fêmea rejeita agressivamente a aproximação dos machos que pretendem montá-la.

Anestro ou declínio sexual do gato, até o próximo início do ciclo reprodutivo, que ocorrerá cerca de duas semanas depois.

O zelo do gato, características

Uma gata no cio experimenta mudanças comportamentais, como perda de apetite e mostrar-se mais mimosa

As fêmeas de gato não mancham durante o seu cio. “As gatas não removem sangue durante o zelo, porque não é uma menstruação”, explica Javier Zorriqueta, veterinário.
No entanto, “fêmeas que marcam a casa com urina”, acrescenta o veterinário.

Além disso, se eles não são esterilizados, eles podem ter ciúmes ao longo de toda a sua vida (embora com a idade, eles podem ser menos frequentes). “Este ciclo pode durar cerca de um mês, mas há gatos em que é mantido até dois meses”, explica Zorriqueta.

Esterilização para evitar o estro do gato

Os desconfortos decorrentes do zelo da gata, como sua mudança de caráter ou a marcação de seu território doméstico com urina, desaparecem com a esterilização cirúrgica, sobretudo se praticada antes do primeiro zelo da fêmea.

“Este método é o mais eficaz e recomendado pelos veterinários”, comenta Zorriqueta. Existem outras maneiras de evitar o aparecimento de zelo na gata, como a administração de hormônios, mas eles têm efeitos colaterais para a saúde, como o risco de desenvolver tumores de mama ou infecções no útero.

“Uma gata esterilizada aos seis meses, ou antes de seu primeiro cio, tem 95% de chance de não sofrer de tumores cancerígenos de mama, segundo estudos veterinários realizados sobre isso”, acrescenta este especialista.

A esterilização evita, além disso, comportamentos na gata que podem colidir com a convivência em casa, como os miados escandalosos e, às vezes, a agressividade da fêmea de gato.

Uma gata não esterilizada pode nascer várias vezes ao longo de sua vida. As ninhadas indesejadas são um dos motivos mais habituais de abandono de gatinhos em albergues de animais, assim o confirma o último estudo da Fundação Affinity, que o cifra em 18,6% dos casos.

Latest news
Related news
- Advertisement -spot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here